A MAGIA DE PAT WILLIANS

Pat Williams é um dos co-fundadores do Orlando Magic, equipe que disputa a liga americana de basquete (NBA). É um senhor muito simpático, bem humorado e extremamente simples. Antes de um dos jogos da liga ano passado tive a oportunidade de assistir a uma palestra na Arena Amway Center em Orlando. Por trás de sua simplicidade e tranquilidade ao falar muitos ensinamentos sobre gestão empresarial relacionado com o esporte mais popular dos EUA. Consegui enumerar alguns conceitos que faço questão de compartilhar:

1. Controle o que você pode controlar: Gosto muito dessa frase. Muitas vezes perdemos energia com situações que estão fora do nosso círculo de atuação/gestão. Sofremos, nos desgastamos e ao final não resolvemos nem melhoramos. Pat foi muito claro indicando que no início da formação da equipe, haviam problemas que ele simplesmente ignorava, mas acompanhava e deixava que o tempo acomodasse as questões. Ele não tentava controlar o incontrolável!

2. Tenha paciência para plantar primeiro: Nessas palavras, Pat fundamentou que os resultados positivos acontecem sempre e quando há uma preparação. Não existe atalho para o sucesso. O problema é ter a paciência de esperar o momento certo de colher o que se plantou. As frustrações fazem parte da vida e são necessárias para pavimentar o caminho desejado. Perseverança e resiliência foram palavras bastante citadas em seu discurso, além é claro de paciência.

3. Entender profundamente o negócio e criar bases: “Se chegares cedo ao topo, pode cair rápido”, essas foram as palavras de Pat. Ter experiência é fundamental para garantir uma perenidade e a gestão nos negócios. Esse é um dos grandes problemas que passamos atualmente dentro das organizações, muitos jovens desejam chegar ao topo sem passar pelas experiências necessárias para conseguir permanecer lá. Cada experiência positiva ou negativa durante a carreira pode-se extrair um lição; a sabedoria está em aproveitar as lições e consolidar a atuação ao longo do tempo.

4. Habilidade para simplificar as coisas: Ser simples não é fácil. Muitas pessoas confundem esse conceito. Ser simples não é ser simplório, a arte está em transformar situações complexas em mensagens compreensíveis, intuitivas e agradáveis. Um exemplo claro é o Iphone, a Apple conseguiu fazer um aparelho completamente intuitivo, até uma criança de 3 anos sabe como manusea-lo sem ler um manual sequer.

5. Não fuja dos problemas: Os problemas não devem ser admirados e valorizados, devem ser depurados e atacados. A procrastinação é um grande fator que atrapalha muito as pessoas a enfrentarem os problemas. Decidir enfrenta-lo é 50% do problema resolvido, fazer de conta que o problema não existe é 50% a mais de problema.

6. Cuide das coisas pequenas: A gestão de várias coisas pequenas bem feitas geram grandes resultados. Esse é um dos conselhos mais impactantes para mim, sempre estabeleça metas diárias que sejam possíveis e gerem pequenos resultados. Ao longo da semana, do mês e do ano, você verá o grande impacto de ter essa disciplina implementada na sua rotina.

Pat Williams conseguiu fundar e organizar uma equipe competitiva na maior liga de basquete profissional do mundo. Pode-se observar que muitos conselhos e ensinamentos cabem no nosso dia a dia profissional, é impressionante como essas lições podem e devem ser aproveitas. Espero que as aproveitem!

Saiba mais: https://hugomontenegro.com.br/2017/05/19/06-principios-fundamentais-sobre-lideranca/

Boa leitura!

  1. Dicas valiosas de um super líder. Lembrou muito os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes de Stephen Covey. Parabéns pelo artigo e pela oportunidade de escutar esse mestre. Abraços

Deixe uma resposta