Neuroliderança

A neuroliderança é uma forma de gerir ou liderar observando e compreendendo o comportamento humano. É saber entender e administrar o impacto das emoções no dia a dia dos relacionamentos, conseguindo fazer uma melhor gestão e conduzir equipes de alto desempenho. Uma das principais recomendações dos especialistas é reprogramar o cérebro de forma que ele atue com alternância positiva.

Liderar de forma positiva, compreendendo as motivações do ser humano e alcançando resultados superiores, pode ser aprendido. Obviamente a questão genética pode influenciar, mas existem técnicas e métodos para liderar conhecendo o funcionamento cerebral do ser humano.

O cérebro consome 20% de toda a energia do corpo humano, pesa em média 3,4kg e é formado por 60% de gordura. Alguns dos fatores preponderantes que contribuem para um bom funcionamento cerebral é a alimentação. Alimentos como castanha de caju, castanha do pará, azeite de oliva, óleo de coco, chá verde, café, comidas ricas em licopeno (tomate, amora, morango) dentre muitas, são excelentes para a saúde cerebral. Estudos realizados comprovaram que pessoas que consumiram alimentos naturais e sem conservantes aumentaram em 14% seu desempenho nos testes de QI.

#neuroliderança #comportamento #gestão #HugoMontenegro

Falar em Público

De acordo com pesquisas, o medo de falar em público é maior medo do ser humano, maior até do que a fobia da morte. Mas por que somos assim, se a comunicação é uma habilidade e necessidade humana? A resposta é a avaliação social que você sofre ao se expor, a dor social é muito grande.

O mercado procura quem sabe se comunicar de forma eficaz. O talento natural lógico que facilita o desempenho, mas essa é uma habilidade que pode ser desenvolvida. Então, vale a pena treinar e investir em cursos sobre o tema. Mas caso você tenha que fazer uma apresentação rápida, vale pensar em algumas dicas:

1) Tenha domínio do assunto.

2) Conheça o público e suas características.

3) Defina as mensagens prioritárias.

4) A mensagem mais importante deve estar no início ou no final. É comprovado que o maior nível de atenção da plateia está nesses dois momentos.

5) Construa uma exposição com começo, meio e fim.

#falarempúblico #comunicação #reconhecimento #HugoMontenegro

Perfil do corretor

Vendas estão presentes em todas as atividades e são o motor de qualquer negócio. No mercado imobiliário, as habilidades dos corretores são colocadas à prova todos os dias. Afinal, esses profissionais vendem sonhos e ideias, para quem busca solidez e tem altas expectativas.

E os corretores precisam estar cada vez mais capacitados para atuar nesse novo mercado hiper conectado, onde os clientes podem buscar qualquer informação com apenas um clique. O perfil do corretor deve ser de um consultor e prezar demais pelo relacionamento.

Algumas dicas importantes para se conectar com esse novo comprador:

1) Esteja atualizado e bem informado, principalmente nos temas de economia e finanças.

2) Ter um bom relacionamento não significa fazer amizade, não confundir.

3) Ninguém compra nada sem confiança, para se ter confiança estabeleça uma conexão com o cliente. A venda deve ser consequência.

4) Saber ouvir é fundamental. Entenda a real necessidade do cliente.

5) Quando você consegue transmitir o valor agregado do produto ao cliente, o preço sai do foco. A venda flui de forma tranquila.

6) Faça tudo com atenção aos detalhes.

#corretor #corretordeimoveis #vendas #estrategia #mercadoimobiliario #foco #conhecimento #gestao #negocios #hugomontenegro

Pai da administração

Peter Drucker foi um ícone dos negócios por mais de seis décadas. No livro ‘Uma aula com Drucker’, William A. Cohen reúne lições dos mais de 30 anos de convivência com o mestre. Entre elas:

1) “O que todo mundo sabe geralmente está errado”

2) “Se continuar fazendo o que fez no passado, você fracassará”

3) “Aborde os problemas com ignorância”

4) “Você não pode prever o futuro, mas pode criá-lo”

5) “É preciso conhecer as pessoas para liderá-las”

Tenho uma predileção pela terceira lição: “Aborde os problemas com ignorância”. Em qualquer momento da sua vida profissional, esteja aberto para novos aprendizados, novas percepções. As certezas do passado podem não valer mais hoje.

#PeterDrucker #aprendizado #administração #HugoMontenegro #conhecimento #gestao #administração

Gestão

Gestores estão sempre em busca de aumentar a agilidade operacional das empresas, melhorar a produção e o rendimento da equipe, assim como manterem-se competitivos e prontos para novos mercados.

Os fracos desempenhos de crescimento nas organizações são, em sua maioria, provenientes de fatores internos, e não de ocorrências externas fora do seu controle. As raízes para alcançar resultados satisfatórios estão concentradas no ambiento interno, que está sob o domínio do gestor.

Portanto, investir em gestão e estratégia não é moda, mas sim sobrevivência. Busque ajuda de profissionais externos que tenham experiência e conhecimento. Lembre-se sempre que conhecimento custa caro, mas posso garantir que a ignorância e o amadorismo quebram uma empresa.

#gestão #liderança #resultado #estratégia #HugoMontenegro

Inovação

“Eu não sei se esta é uma boa ideia, então…”

Muitas vezes eu ouço essa frase de amigos, colegas de trabalho e colaboradores. Acredito que ninguém deve se desculpar por ter tido uma ideia, principalmente se você se esforçou por um trabalho e a ideia veio a sua mente.

Criação e inovação são os grandes ativos das empresas. A grande revolução na sua vida e na trajetória do lugar onde você trabalha pode vir justamente de uma ideia.

Minha dica é: supere os obstáculos mentais, controle o medo e apresente sua ideia de valor para a pessoa certa (inteligência social).

Acredite no seu trabalho!

#criatividade #inovação #resultado #HugoMontenegro

Emprego e tecnologia

Seu emprego seguramente sofrerá o impacto de novas tecnologias nos próximos 5 anos. Não nade contra a corrente, não adianta combater o inevitável. Descubra novas formas de empregabilidade e seja aderente à inovações. Mova-se!!! #tecnologia #inovação #emprego

Estado de Flow

O “flow” é um estado mental de alta concentração produtividade, que altera a frequência das ondas cerebrais e aumento da circulação de endorfina e serotonina. No estado de flow, o tempo passa sem perceber e as ideias fluem livremente.

Parece moda falar sobre esse assunto. Coaches estão propagando isso de forma até irresponsável como se fosse a solução para todos os problemas da vida.

Muito se fala sobre isso e resolvi testar se isso existe mesmo. Posso compartilhar minha experiência sobre o estado de flow. Primeiro é muito difícil ter tempo, tranquilidade, maturidade e ambiente para conseguir esse nível de concentração. Tentei durante alguns meses e a evolução no início é lenta. Sua mente não se acostuma com o silêncio e muitos pensamentos entram e interferem nesse momento.

Mas com o passar dos dias, consegui ter um nível de concentração diferente, organizar melhor as estratégias e as ações daquele dia. Novas soluções começam a aparecer. Ou seja, eu recomendo tentar. Mas vou avisando que não é tão fácil como se comenta por aí.

#flow #concentração #produtividade #desenvolvimento #HugoMontenegro

Comércio internacional

Em 1990, o Brasil e a China tinham a mesma participação na produção mundial. De lá para cá, a China abriu-se ao comércio internacional e focou em educação, qualificação da mão de obra e inovação; o Brasil não. A fatia brasileira caiu, enquanto a chinesa cresceu muito e é hoje 12,5 vezes maior do que a nossa. Por isso, o brasileiro, que ganhava 5 vezes mais que o chinês, ganha hoje, em média, menos do que ele. Qualquer presidenciável sem um programa sério para aumentar a competitividade do país, na prática, condena o brasileiro a ser eternamente pobre. (Post original Ricardo Amorim)

Inovação é questão de sobrevivência

Entender como nosso cérebro funciona é importante para sermos mais produtivos e criativos. Afinal, boas ideias são, em sua essência, sinapses.

E um dos mais importantes conceitos amplamente discutido atualmente é a neuroinovação.

A inovação para a maioria das pessoas está diretamente relacionada com invenção ou com tecnologia, mas não é bem assim. A inovação pode estar presente nas mais diversas áreas, nos processos, no método, no conhecimento, na abertura de um novo mercado, na idealização de um novo produto, na forma de gerir finanças e muitas outras disciplinas que a inovação pode estar presente.

Muitos estudos apontam que a neuroinovação pode ser um dos fatores mais importantes para a sobrevivência das organizações. Eis aqui algumas dicas importantes:

– Controle do medo. O medo é biológico, mas saber administrá-lo é importante para inovar.

– Percepção aguçada. A percepção é desenvolvida a partir do momento que nosso cérebro é submetido à novas experiências. Conhecer novas culturas, novas experiências cria novas sinapses e ideias.

– Finalmente, inteligência social. Saber vender sua ideia é fundamental. As inovações são inéditas e em um primeiro momento causará estranhamento nas pessoas.

#neuroimovação #inovação #neurociência #hugomontenegro